Clique nos links abaixo para saber mais

02/05/2016

"Alinhada e conectada com minha missão de vida": Ludmila apoia mães efilhos através do colo e da dança

"Os efeitos positivos das aulas da Dança Materna são visíveis nos olhinhos dos bebês", nos disse Ludmila Yarasu - Kai, a querida Lud, professora da Dança Materna em Belo Horizonte.

Psicóloga, coach e consteladora familiar (e também especialista em mediação de conflitos) Ludmila sempre teve na dança seu ideal de prazer e realização. Foi através das danças circulares que encontrou a magia e o poder terapêutico dos encontros entre mulheres permeados de dança.




"Mas só consegui assumir a dança na minha vida como um trabalho à partir da formação da Dança Materna. Eu tinha dificuldades em fazer isso, não sabia como", diz.

Tudo começou na própria gravidez, como é comum para muitas mulheres, com um chamado de mudança. Para Ludmila, gestantes e mulheres com filhos pequenos tem necessidades singulares de apoio e acolhimento. Através das vivências plenas de vínculo e afeto, na sutileza da linguagem artística da dança, encontrou forças e meios para empreender suas próprias alternativas:

"Hoje me sinto alinhada e conectada com a minha missão de vida e com meus talentos ao trabalhar com a Dança Materna, em um círculo de apoio para mulheres mães, como eu"


foto: georgia gazinelli

Os benefícios se estendem para todos. As alunas de Ludmila encontram ao chegar em cada aula um espaço seguro para troca de experiências, aflições, alegrias e anseios.

"Muitas delas chegam cansadas e inseguras, e renovam as energias entre as danças, conversas e momentos de reflexão que proponho nas aulas". 

                    foto: tiago maia

As aulas de Ludmila seguem o método da proposta da Dança Materna, mas guardam as peculiaridades de seu trabalho de abordagem interpessoal. As mães fazem exercícios, conversam, se conhecem e são levadas pela música a acessar campos de emoção e prazer, com seus bebês em plena sintonia. 

"Gosto de saber que minhas alunas podem contar comigo. Que à partir da prática da Dança Materna, encontram acolhimento e fazem amizades. Não estão mais sozinhas." 


foto: tiago maia

Ludmila ainda pontua os saborosos benefícios que colhem os bebês. As alunas narram em unanimidade que as crianças apresentam melhora na qualidade do sono e bem estar geral durante o dia, além de ficarem visivelmente felizes durante os encontros, "eles guardam as etapas das aulas, reagem às suas músicas favoritas, reconhecem as outras mães e bebês e sentem-se seguros logo que chegam", garante, ao afirmar que prepara cada uma de suas aulas com a preciosa ajuda da filha.

Recentemente Ludmila se formou também em Dança Materna para Gestantes. "É uma oportunidade ímpar da mulher entrar em contato com seu bebê",  além da chance de vivenciar a gestação com uma abordagem de acolhimento gentil entre corpo, mente e alma, coisa rara no tratamento convencional para quem espera uma nova vida.

"Arte, música, sensibilidade e conexão. Aspectos corporais, emocionais e de relação. Faço questão de ver tudo contemplado", finaliza.